• image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
  • image
Previous Next
An error occured during parsing XML data. Please try again.

Visitantes Online

Temos 14 visitantes e Nenhum membro online

“ Deixai vir a mim os pequeninos e não os impeçais, porque dos tais é o reino de Deus." Marcos 10:14b


Há muitas igrejas e cristãos que trabalham com crianças, mas que não vêem a necessidade de evangelizá-las. É urgente que Deus abra os olhos de todos para perceberem a grande necessidade e as imensas oportunidades que existem neste ministério. É preciso a compreensão que evangelizar uma criança é obedecer a uma ordem do Senhor Jesus.

Os reformadores, Lutero, Calvino e Knox enfatizavam a responsabilidade para com as crianças. Lutero, por exemplo, disse: “Se o Reino de Deus vem com poder, precisamos começar com as crianças, e devemos ensiná-las desde o berço”. Ele disse também: “Fico profundamente comovido quando vejo que meninos e meninas podem orar, crer e falar com Deus e Cristo mais do que nunca antes”. Em 1530 ele pregou um sermão, no qual disse: “Precisamos ter pastores normais que irão ensinar o Evangelho e o catecismo para os jovens e para os ignorantes”.

Spurgeon tinha um ministério muito grande para crianças nas Escolas Dominicais e em todos os lugares. De tempos em tempos, eles realizavam encontros evangelísticos para crianças, com cerca de 8.000 delas, e muitas professavam a fé em Cristo. Dezessete anos depois, Spurgeon pôde apontar muitos “pilares da igreja”, que haviam se convertido quando crianças nesses encontros.

A realidade das crianças ribeirinhas é muito difícil.  Em muitas comunidades há indícios de violência, abandono e até mesmo de aliciamento.  Isso demostra o quanto precisamos investir para mudar esse quadro. Precisamos trabalhar hoje, transformando a sociedade de amanhã.

Uma criança convertida abre portas importantes para a evangelização de sua família.  E muitos tem sido alcançados através da vida das crianças.

Em nossas ações, enquanto os pais estão sendo atendidos pelos médicos e dentistas, as crianças  são levadas a passar um dia inteiro de atividades recreativas e lúdicas com histórias bíblicas, fantoches, desenhos e com toda supervisão e cuidado de nossa equipe.  São nesses momentos que as crianças são evangelizadas e muitas delas fazem sua decisão pessoal em seguir a Cristo.